quinta-feira, 14 de março de 2013

Entrevista: Ricardo e Fabiana Lange Brandes


Foto: Ricardo Brandes e Fabiana Lange Brandes / OktoberBlog


Por Paulo Bornhofen
Revista Biografia

Como essa parceria teve início, nas letras ou no amor?

Fabiana: Poxa, isso é como perguntar o que veio primeiro: o ovo ou a galinha? Confesso que acho que foi nas Letras, afinal, estudávamos no mesmo curso e o conheci por causa do livro Histórias de Oktober. A priori, eu queria apenas ler o livro, mas acabei me casando com o autor dele!

Ricardo: Logo nas primeiras conversas com a Fabi, descobri que ela era Cantora, Escritora, Poetisa... que tinha o sonho de lançar seu livro e estudava letras, como eu! E assim, com encanto e admiração marcamos nossa parceria, nas letras e no amor!

Além do blog Oktoberblog, vocês tem outras parcerias na arte de escrever?

Fabiana: Temos algumas, já fizemos um folhetim virtual, o Ric já escreveu no meu livro, comentando poemas e eu sempre prefacio os livros dele.

Vamos falar um pouco sobre o Oktoberblog. Como surgiu a ideia? Vocês tem algum tipo de apoio oficial?

Ricardo: O OktoberBlog foi criado no ano de 2007 para dar seqüência ao livro das Histórias de OKtober. No início, publicamos no blog somente histórias e curiosidades da OKtoberfest, enviadas por amigos e leitores do livro. Com o apoio da Fabi, expandimos horizontes e passamos a divulgar notícias e eventos de Blumenau  e região,  fatos curiosos e o melhor da cultura alemã. Posteriormente, somamos ao Blog também o twitter @oktoberblog, que deu mais agilidade nessas informações.

Explique um pouco sobre a dinâmica do blog, já que ele não divulga apenas a Oktoberfest.

Ricardo: O OktoberBlog é um Blog voluntário, mantido por mim e pela Fabi. Além de nossas publicações, divulgamos também notícias e novidades do Parque Vila Germânica, Vovô Chopão, Jaime Batista e do Portal de Pomerode, entre outros sites. 

Além de concorrer ao prêmio THEBOBS da Deutsche Welle, Em 2012, nosso OktoberBlog foi classificado entre os 100 melhores Blogs de Cultura do Brasil no concurso TOPBLOG e conta com um grande número de visitantes diários, do Brasil e de todo o mundo!

Como anda a produção de literária do casal?

Fabiana: Estou escrevendo um livro de auto-ajuda e já tenho um livro infantil prontinho. Ainda não tenho previsão de editá-los.

Ricardo: Após a publicação de três livros, dei uma parada em meus projetos literários. Atualmente estou me dedicando ao OKtoberBlog e auxiliando a Fabi em seus projetos literários, que prometem encantar o público!

Quais publicações vocês já tem, e participam? Falem um pouco dos livros de vocês.

Fabiana: Tenho meu próprio livro chamado Acordes Poéticos: cartas, poemas e canções. tenho participações em algumas coletâneas e alguns poemas e textos publicados em jornais e revistas.

Ricardo: Tenho 3 livros publicados: Histórias de Oktober (Contos, Crônicas e poemas); Nino, o menino do morro (poesia infantil); e O Jardineiro de Fallujah (Contos), entre outras participações coletivas com a Sociedade Escritores de Blumenau.  Sou um apaixonado por literatura, romance e poesia!

Fabiana, o que representa o poema Indefesa, de sua autoria e que está em seu livro Acordes Poéticos?

Esse poema é o típico poema adolescente: sentia-me indefesa diante das novidades que a vida trazia, nesse caso, o amor. Não há como se defender do que você não pode fugir.

Ricardo, em seu livro “O jardineiro de Falujah” eu notei que você adotou uma linha voltada mais para o “final feliz”. Cheguei até a comentar com você sobre isso. Você ainda acha que a vida tem um final feliz?

Alguns contos tem finais felizes, outros nem tanto... Procurei mesclar as alegrias e tristezas, tragédias e felicidades que fazem parte da vida... Para citar alguns exemplos, "Pai José" e "Contos de Guerra" são histórias trágicas, com finais tristes... "A carta" e "Vida Seca" são histórias de fé, esperança e saudade..."Olga" e "O sonho" são histórias de paixão e amor. E, assim como no livro, nem sempre a vida dá um final feliz para uma história, mas sempre podemos tirar lições desses ensinamentos...

Fabiana, o blog Parada GG é um blog que trata de saúde, certo? Nele você conversa muito com os leitores, notei que as suas postagens são bastante comentadas. Como é essa relação com seus leitores, ou suas leitoras?

O PARADA GG é a minha realização. Lá, eu faço duas coisas que gosto: falo sobre saúde e escrevo. Muitas são as pessoas que estão comigo na jornada, e de certa forma, nos apoiamos sempre. Minha relação com as leitoras é próxima, nos enviamos e-mails e comentamos nos blogs. Estamos querendo fazer um encontro light com as meninas da região, vamos ver o que acontece.

Leia a entrevista completa aqui

Fonte: Paulo Roberto Bornhofen / Revista Biografia

Nenhum comentário:

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...